Follow by Email

sábado, 17 de setembro de 2011

As Passagens de Walter Benjamim

O projeto do livro das Passagens de Walter Benjamim é um admirável esforço intelectual, enigmático e envolvente, mas também fragmentado, a obra inacabada pretendia construir uma filosofia material da história do século XIX. A pretensão era retomar uma metodologia da montagem na construção histórica, partindo das citações para se chegar a obra acabada. O texto escrito em 1935, Paris Capital do século XIX, faz parte do conjunto de fragmentos e parece ser um esboço dos temas a serem abordados, como um índice. A primeira menção ao texto é de 1950 por Adorno, criando em torno dele uma série de lendas e rumores. O projeto ocupou Benjamim nos últimos anos de sua vida, desde 1927 até 1940, quando cometeu suicídio na travessia dos Pirineus com medo de ser alcançado pela Gestapo. A estrutura fragmentada pretende destruir a pretensão de conferir qualquer sentido a história humana;

"Na realidade, não existe um único instante que não traga consigo sua chance revolucionária..." BENJAMIM, Walter - As Passagens - editora UFMG Belo Horizonte 2009

Nenhum comentário:

Postar um comentário