Follow by Email

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Matéria no Jornal O Globo de hoje 03 de janeiro de 2014

Imagem da matéria no jornal
O Globo
Foi publicado hoje no jornal O Globo uma matéria a respeito da transparência que seria alcançada no Brasil, se houvesse uma cultura do plano e do projeto, como protagonista das obras públicas. O que procurei defender quando fui entrevistado pelo repórter é que a fase de projeto é uma etapa, que quando bem explorada representa para a futura obra um ganho substancial de consciência das complexas relações de custo e benefício, que qualquer transformação envolve. O instrumento do concurso público de projetos, que é obrigatório em alguns países para obras públicas a partir de uma certa quantidade de metros quadrados, garante também grande visibilidade para as hipóteses levantadas por qualquer projeto. Anexo a imagem da matéria...

Concurso Público de Projetos para Centros Culturais em Cabo Frio, Nova Friburgo e Paraty

O Instituto de Arquitetos do Brasil - Rio de Janeiro (IAB-RJ), o Governo do Estado do Rio, o Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur) e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) lançam, nesta segunda-feira, dia 6 de janeiro, o Concurso Centro Cultural de Eventos e Exposições (CCEE), para projetos em Cabo Frio, Nova Friburgo e Paraty. A cerimônia acontecerá às 10h, na sede do IAB-RJ, no Flamengo (Rua do Pinheiro, 10), no Rio de Janeiro. As inscrições podem ser feitas de terça-feira (7/01) ao dia 7 de março de 2013. O edital e o termo de referência serão disponibilizados no site concursoccee.iabrj.org.br.

Serão realizados três concursos distintos dentro do Concurso CCEE, e três projetos serão escolhidos para serem desenvolvidos - um para cada município. A premiação, por município, será de R$ 50 mil para o vencedor (a título de adiantamento do valor do projeto), R$ 25 mil para o segundo colocado e R$ 20 mil para o terceiro. Os valores previstos para os projetos de Cabo Frio, Nova Friburgo e Paraty são de, respectivamente, R$ 1,261 milhão, R$ 1,2 milhão e R$ 1,137 milhão. As inscrições podem ser realizadas individualmente para o concurso de cada localidade - serão aceitas, no máximo, três inscrições de cada concorrente, uma para cada concurso.

Para o presidente do IAB-RJ, Pedro da Luz Moreira, o Concurso CCEE é uma excelente oportunidade para induzir o desenvolvimento dos municípios beneficiados: "Essa importante iniciativa, que visa a aprimorar o turismo de negócios no Estado do Rio de Janeiro, articula-se com o desenvolvimento da cultura arquitetônica, no sentido de promover maior adequação entre as novas edificações e os contextos locais. Há muito tempo, os concursos públicos se constituem na melhor forma de escolha de projeto, por se tratar daquela que mais visibilidade e debate confere às diferentes hipóteses construtivas."

Os três concursos previstos serão realizados em etapa única, em fase de Estudo Preliminar. Os trabalhos concorrentes devem apresentar as informações necessárias para a compreensão das propostas arquitetônicas e das soluções tecnológicas previstas no edital e demais documentos.

O Concurso CCEE é aberto a todos os arquitetos brasileiros legalmente habilitados para o exercício da profissão. Arquitetos estrangeiros podem integrar equipes sob a coordenação de um profissional registrado no Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU). As exigências e especificidades do concurso exigem a formação de equipes multidisciplinares para atender aos requisitos técnicos indicados no edital e nos demais documentos.
     
Mais informações no hotsite do concurso, que estará no ar a partir do dia 6:  http://concursoccee.iabrj.org.br/

Foi publicado matéria no jornal O Globo sobre o concurso, ver link abaixo

http://oglobo.globo.com/rio/iab-lanca-concurso-de-projetos-para-centros-de-convencoes-11224453