Follow by Email

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Mais uma casa da série: casa para uma familia (casa de vila em encosta)

Mais um exemplar da série de casas para uma familia, da qual esta é a quinta publicada, com o mesmo programa, isto é os mesmos compartimentos. Agora num terreno diferente da última casa, que também era uma vila, ainda urbana, mas agora em uma encosta, com um declive em relação a rua. Com a proposta da implantação de uma vila, conformando um conjunto articulado de 10 casas. É a primeira da série que apresenta os desenhos coloridos, o que certamente potencializa a compreensão da proposta.  A idéia desta série de casas, que pretendo publicar neste blog exorciza algumas hipóteses que convivem comigo há muito tempo, assim como escreveu Lucio Costa no memorial para a cidade de Brasilia; "apenas me desvencilho de uma solução possível, que não foi procurada, mas surgiu..."

Planta de Situação da vila, mostrando 9 casas de sala 2 quartos
e uma de sala tres quartos. A vila não possue acesso de veículos,
sendo de pedestres
A casa é a materialização da familia no espaço. A casa urbana individualizada no terreno é a representação do modus operandi da familia. A casa de vila, que apresento nesta série é fruto da percepção de uma familia da apropriação da valorização da terra urbana na cidade com a densificação. A familia para viabilizar seu sonho constroi uma vila, que disponibiliza e compartilha com outras familias, que compram e compartilham um modus operandi presente na cultura citadina brasileira. A partir desta apropriação da densificação a familia consegue viabilizar seu sonho, de ter uma casa. As casas são padronizadas e repetidas, otimizando os procedimentos de sua construção, nove casas são de sala e dois quartos, enquanto apenas uma repete o programa das outras casas anteriores, conformando o conjunto de dez casas. As casas possuem uma inserção urbana no microcosmo da vila, buscando ao mesmo tempo se inserir no conjunto e também se individualizar. Há uma clara valoração do conjunto de casas que forma um todo, onde a coletividade e a individualização da familia elegem uma forma de vida mais integrada ao conjunto. Ao contrário da vila anteriormente publicada, esta não permite o acesso de carros às soleiras das casas. Há uma construção junto a rua que faz o papel de garagem de carros, abrigando dez veículos. A vila é portanto território de pedestres, o que amplia o potencial da área pública de se configurar como um local de intenso uso pelas crianças.


Planta e Fachada da casa de sala tres quartos, que se desenvolve
em tres pavimentos


Planta e Fachada de um conjunto de tres casas de sala e dois
quartos
Esta forma de construir sua própria casa oferece resposta a uma série de questões presentes na cidade brasileira, como; segurança, densificação no território, pulverização da apropriação da renda urbana, etc...




Perspectiva mostrando o conjunto conformado por duas casas de sala/dois quartos e a casa maior de sala/tres quartos