Follow by Email

sábado, 5 de novembro de 2016

Hoje, o samba saiu, procurando você...

Cinco ou seis retas, um castelo. E, mais seus
torreões...
As noites de sexta feira na cidade do Rio de Janeiro são uma experiência única, e memorável. Num restaurante em Santa Teresa, uma cantora chilena enfrenta com segurança a bossa nova carioca, os sambas de Madureira, ou os desenhos poéticos da Aquarela do Brasil, num tom de soprano castelhano e competente. Apenas os ouvidos mais ajustados reconhecem o tom endurecido do espanhol, no samba do avión de Tom Jobim, ou a Aquarela de Toquinho que de forma despudorada recita que com; "cinco ou seis retas é fácil fazer um castelo".

Será mesmo possível?

Ou, aqui se manifesta toda a influência do doutor Lucio Costa, que na Praça dos Três Poderes em Brasília explicita sua filiação inconteste ao triângulo renascentista? Ou seria, aos avanços técnicos belicosos e fortificados da cidade de Palmanova na Itália, que foram gerados pela pretensão racional da balística dos canhões? Àqueles que duvidam, ouçam a sequência com atenção, e, nela encontramos; "E, se faço chover, com dois riscos tenho um guarda chuva..."

Ou seriam as asas sul e norte do Plano Piloto de Brasília, contrapostos ao eixo monumental? "Aí essa terra ainda vai cumprir seu ideal, ainda vai tornar-se um imenso Portugal...."

O fato é, em que Toquinho pensava quando escreveu os versos; "com cinco ou seis retas é fácil fazer um castelo", ou "giro um simples compasso e num círculo eu faço o mundo", ou ainda "Com alguns bons amigos, bebendo de bem com a vida"?

Num desenho, ou num desejo?

E, esse poderia ser um exercício dado á alunos do primeiro período de uma escola de arquitetura ou aos candidatos de um doutorado de arquitetura e urbanismo, ou ainda aos políticos brasileiros. Como fazer, com cinco ou seis retas um castelo? Que resista a estupidez do mundo contemporâneo?

Leveza, simplicidade e síntese...

Abaixo o link para ouvir a música. Simplesmente, uma maravilha!!!!

https://www.youtube.com/watch?v=-Gsdp2zSCjY

Nenhum comentário:

Postar um comentário