Follow by Email

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Mais uma indicação de como o projeto é desarticulado na cidade brasileira


Cadeirante sofre humilhação para acessar bondes
Já escrevi aqui sobre os problemas da obra do bonde de Santa Teresa na cidade do Rio de Janeiro, de como existe por parte dos governos, nas três esferas - federal, estadual e municipal - uma segmentação de ações, ao invés da coordenação e articulação inerentes ao projeto. Mais um exemplo desse tipo de prática vem a tona com a matéria publicada no jornal O Globo do dia 18 de setembro de 2015, que mostrou a ausência de qualquer previsão para garantir o acesso de cadeirantes no sistema de bondes, que ainda está funcionando em teste, da Estação Carioca até a Curvelo.

As obras do bondinho de Santa Teresa estão mais uma vez paradas, sem qualquer previsão de retomada dos serviços, e ainda mostra essa clara manifestação de desarticulação das suas ações, típica de quem não investe em projeto e planejamento.

Abaixo link da matéria no jornal O Globo...


http://oglobo.globo.com/rio/atleta-cadeirante-enfrenta-dificuldade-de-acesso-em-cartoes-postais-da-cidade-do-rio-17527787

Nenhum comentário:

Postar um comentário