Follow by Email

segunda-feira, 23 de março de 2015

Os rios na cidade do Rio de Janeiro

Rio São Francisco em Jacarepaguá, uma cloaca a céu aberto
Com a crise hídrica do último verão estamos despertando para um olhar mais cuidadoso sobre os nossos rios, particularmente em nossas cidades. Como afirmava GRAMSCI de uma maneira celebratória;

"a crise é o momento em que a velha ordem já morreu e a nova ordem ainda não conseguiu nascer."

Me parece que o estabelecimento de uma nova relação entre rio e cidade é fundamental para conseguir uma melhor saúde dos nossos rios. Na entrevista ao jornal O Globo tentei afirmar que uma maior visibilidade do rio urbano contribui para sua preservação. A exploração da navegabilidade, o respeito as Faixas Marginais de Proteção, com a implantação de vegetação adequada, a transformação das margens em espaços públicos, com amplo acesso podem restabelecer de forma rápida a qualidade de nossos rios. Importante lembrar que 48% dos esgotos domiciliares na cidade metropolitana do Rio de Janeiro não são corretamente destinados. A matéria do jornal O Globo pode ser vista no link abaixo.

http://oglobo.globo.com/rio/bairros/rios-cariocas-entre-esquecimento-o-futuro-15652879

Nenhum comentário:

Postar um comentário