Follow by Email

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Filme e debate sobre o arquiteto João Filgueiras Lima, o Lelé no IAB-RJ

O presidente do CAU-BR Haroldo Pinheiro e o presidente
do IAB-RJ Pedro da Luz no debate sobre a obra do arquiteto
João Filgueiras Lima, o Lelé
No último dia 03 de setembro aconteceu no IAB-RJ a projeção de dois filmes sobre o arquiteto João Filgueiras Lima, o Lelé. O primeiro era um registro da palestra que o arquiteto dera na série Arqfuturo, e o segundo uma entrevista para a televisão argentina, dentro de uma série sobre arquitetura. O Presidente do CAU-BR, Haroldo Pinheiro, que trabalhou com o arquiteto Lelé participou do debate e deu um depoimento emocionante sobre sua convivência com ele. Haroldo destacou aspectos fundamentais da atuação de Lelé, sublinhando que suas premissas de projeto eram; o apuro tecnológico, um compromisso ético e uma filiação incondicional as demandas sociais de seu país.

A obra do arquiteto Lelé é realmente única e dotada de uma mensagem importante para o estágio atual da cultura arquitetônica na contemporaneidade, não só no Brasil, mas no mundo de forma geral. Como professor universitário da Escola de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal Fluminense (EAU-UFF) percebo nas novas gerações um certo encantamento com o desenvolvimento das Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs), tal situação acabou por determinar o declínio do interesse dos estudantes pelo efetivo domínio do canteiro de obras, que Lelé tão bem controlava. Nesse contexto foi inevitável a lembrança ao arquiteto Marcio Tomassini, que compôs minha chapa vencedora do IAB-RJ como vice presidente financeiro, e que também tinha um grande dominio do canteiro de obras e das tecnologias de construção.

Na verdade todo esse debate se refere a uma questão central presente hoje nas obras brasileiras; qual o papel do projeto e do planejamento na sua definição? Porque temos hoje um certo declínio da consideração pelas operações de projeto e de plano, que passaram a ser considerados exercícios de futurologia pouco convincentes? A obra do arquiteto Lelé é um testemunho da importância do protagonismo do projeto, como atividade antecipadora, que controla custos e prazos que no Brasil constantemente são refeitos e revistos, O projeto de arquitetura completo é um importante instrumento de ampliação da avaliação da adequação das diversas obras e transformações necessárias para melhoria da vida cotidiana no país. O plano e o projeto são os únicos instrumentos capazes de construir uma matriz de prioridade para a transformação de nossas cidades, dando a sociedade a possibilidade de controlar e se posicionar com relação a uma série delas. O patrimônio construído pelo arquiteto Lelé é um instrumento poderoso na comprovação dessas teses.

Importante visitar o site do IAB-RJ para conferir o filme no site abaixo:

http://www.iabrj.org.br/iab-rj-e-laboratorios-de-midias-urbanas-da-uff-exibem-filmes-sobre-lele

Nenhum comentário:

Postar um comentário